Roberto Vascon – Tapetes de Couro
Uma história lendária

As pessoas de Nova York  diariamente pesquisam por Roberto Vascon.

Desde 1989, suas obras artesanais ricamente coloridas atraem  os seguidores cults da cidade, especialmente no Upper West Side o que fez transforma-lo em um ícone da moda americana.

Por oito vezes suas obras foram noticia no The New York Times.

As os fãs e aqueles que conquistaram suas obras se perguntam: Onde está Roberto?

Nascimento de Eli Roberto

Eli Roberto de Vasconcelos Matos nasce em Raposos em Minas Gerais, no dia 04 de agosto de 1961 sob o signo de Leão em uma família modesta.

Com apenas 12 anos de idade, RV tomou uma decisão que iria não apenas mudar sua própria vida, mas a vida de muitas famílias e das suas futuras gerações:

SUA DEDICAÇÃO, CRIATIVIDADE E TALENTO O TRANSFORMARIAM EM UM BRASILEIRO RECONHECIDO MUNDIALMENTE.
Descobriu a arte

Com apenas 12 anos, saiu do interior para conquistar a cidade grande.

Em Belo Horizonte, foi convidado a integrar a equipe de Ballet Clássico do Palácio das Artes.

Desenvolveu um grande senso estético e amor a música e a arte clássica.
Orgulho Brasileiro

Aos 18 anos serviu ao Exercito Brasileiro, onde mostrou seu amor ao país e sua honestidade.

Após o serviço militar, mudou-se para o Rio de Janeiro.  Sem conexões e amizades, o destino o presenteia:

RV encontra na rua Cazuza, um dos maiores músicos da época.

Deste encontro, surgiu uma grande amizade onde Roberto Vascon pode aprender poesia e música.

Reunido com excelentes artistas da musica brasileira

Roberto teve a oportunidade de criar suas raízes estéticas.
Em busca do grande sonho

Sentindo-se preparado, Roberto decide ir além e desbravar a América:

Embarcou em busca do seu sonho para os Estados Unidos.

Em Nova York,  se viu em um grande desafio: Sem falar inglês, sem contato e conexões passou meses rigorosos de frio e fome para conquistar seu sonho americano.

Dizem que a oportunidade aparece para quem está preparado, e com RV não foi diferente:

Desde o primeiro dia nos Estados Unidos se dedicou a aprender a língua estrangeira.

NA ADVERSIDADE DESCOBRIU
A inspiração que mudaria tudo

Foi deitado em um banco do central park, que Roberto Vascon teria um sonho que mudaria sua vida: Como um presságio, sonhou com bolsas que possuíam asas e voavam.

Neste sonho, veio a inspiração de produzir suas primeiras bolsas.

Como sua mãe costurava na infância, Roberto aprendeu a manejar agulhas e pontos muito cedo, por isso, após trabalhar e conseguir os materiais necessários, Roberto produziu suas primeiras bolsas.

O destino de Roberto Vascon já estava escrito, ao expor suas bolsas nas ruas de Nova York, sua primeira cliente foi Nancy Harris, editora de moda do The New York Times.

Com 4 meses Roberto aprendeu a falar inglês e pode conversar com Nancy que adorou sua personalidade e suas bolsas.

Impressionada com a obra que havia adquirido, Nancy Harris a levou para o jornal e produziu a primeira de muitas reportagens sobre o Roberto Vascon.

ALI ROBERTO TRANSFORMOU-SE EM “O MÁGICO DO COURO”
O mágico do couro

O sucesso precoce do Roberto Vascon foi um indicador da necessidade de expandir os seus negócios, o que culminou  na abertura de sua primeira loja no Village, bairro de Manhattan.

A inauguração aconteceu em dezembro de 1988.

Nos meses seguintes, ele abriria mais seis lojas em Nova York.

CULTUADO POR DIVERSAS PERSONALIDADES

O design de suas peças é apreciado por artistas, apresentadores de jornais e grandes celebridades como Madonna e Oprah Winfrey.

Suas obras constantemente embelezam o figurino de séries e programas de TV.

A volta ao mundo

Roberto decide viajar pelo mundo e fecha sua rede de lojas.

Recebeu uma forte influência cultural, visitou ao todo 128 países narrados por professores particulares.

O retorno

A notícia sobre seu retorno se espalhou e, em outra rua de Nova York em uma manhã de domingo, por um curto momento suas obras voltaram a ser um sonho alcançável.

O amado designer foi encontrado por seus apreciadores e estava de volta à Avenida Columbus, dessa vez no mercado Greenflea.

A competição para conseguir uma peça RV foi grande, e lá se foram mais 10 anos produzindo peças exclusivas morando na metrópole americana.

Até que, em 2008, Vascon decide-se voltar ao Brasil.
Atualmente

De volta a sua pátria Roberto Vascon, dedica-se ao estudo da arte e elaboração de seletas criações em seu ateliê particular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X